Os Açores

Scroll this

Os Açores são um arquipélago português que resulta da sabedoria da mãe natureza. Esta deu origem a 9 ilhas que constituem um paraíso singular do qual convidamo-lo a usufruir. E a conhecer as suas qualidades na paisagem, na gastronomia, nos costumes, e no lazer.

As ilhas que formam o arquipélago estão distribuídas no oceano Atlântico em três grupos distintos:

  • Grupo Oriental é formado pelas ilhas de Santa Maria e São Miguel
  • Grupo Central é composto pelas ilhas Terceira, S.jorge, Graciosa, Faial e Pico.
  • Grupo Ocidental compreendendo as ilhas das Flores e Corvo

O arquipélago situa-se a cerca de 1400 quilómetros a oeste do Cabo da Roca, entre a Europa e a América, numa extensão aproximada de 600 quilómetros. Estas ilhas irão encanta-lo com a sua beleza, irão transmitir-lhe história, e acolhê-lo com tranquilidade e conforto. Vejamos os segredos destas ilhas por entre os verdes dos prados e o mar dos cetáceos.

A origem deste Arquipélago

Cientificamente, os Açores são o resultado de erupções submarinas, ou seja, são de origem vulcânica, MAS…

Reza a lenda de que os Açores poderão ser manifestações da existência do antigo e extenso continente, a Atlântida. Este continente caracterizava-se pelas extraordinárias paisagens, pelo seu clima harmonioso, pela vegetação rica e animais mansos e fortes.

Por entre estas belezas haveria templos, palácios cobertos de materiais preciosos. A sociedade era composta por muitos sábios, músicos e artistas que viviam num bem-estar que invejava. Eram seres que não se seduziam com o luxo e vícios. Porém eram um povo que tinham sede de conquistar tudo ao seu redor, e o que era puro passou a tornar-se vaidade, orgulho, e desrespeito para com os Deuses.

Como castigo, os seres divinos, provocaram terramotos, ondulação e fogo. Destruindo o paraíso. E assim a Atlântida desapareceu na imensidão do mar, e estas ilhas representam as montanhas do continente.

A descoberta dos Açores

Por volta do século XV os Açores foram descobertos por bravos navegantes portugueses.

No momento da descoberta, nenhuma das ilhas era povoada. Estavam somente cobertas de vegetação muito rica, regadas por abundantes águas, e sobrevoava sobre estas belezas naturais bandos de pássaros semelhantes aos Açores, por isso batizaram o arquipélago de Açores.

O arquipélago: geografia, geologia e clima

Esta região reúne um conjunto de características de natureza geográfica e ambiental que distinguem-na de outros territórios nacionais, europeus e do mundo.

LocalizaçãoMorfologiaClima

Situada no oceano Atlântico Norte, localizada a uns 1500km da Europa continental, 1450 km de África e 3900km da América do Norte.

Considera-se que é um centro eruptivo recente e é caracterizado por uma elevada atividade vulcânica. Devido ao facto de o arquipélago ter surgido de uma junção tripla das placas tectónicas, e de o grupo Oriental e Central estarem posicionados na designada microplaca dos Açores. Em que esta está constantemente em pequenas movimentações. Já o grupo Ocidental está posicionado na placa norte-americana.

Uma curiosidade sobre este aspeto, é que o arquipélago nos seus primórdios não se encontrava no sítio onde está hoje. Pois as plataformas estão sempre em movimento, embora seja lento, com o passar dos anos faz a sua diferença.

As ilhas emergem bruscamente do oceano e têm como característica principal as ravinas. A altitude das ilhas varia, destacando-se a ilha do Pico com 2351 m, tendo a medalha de ouro como o ponto mais alto de Portugal.

O clima é o resultado da posição geográfica dos Açores. O clima do arquipélago é essencialmente estabelecido pela localização geográfica das ilhas no contexto da circulação global atmosférica e oceânica.

De uma forma geral, o clima caracteriza-se por umas temperaturas agradáveis, por elevados índices de humidade do ar, por chuvas regulares e abundantes. Apesar de no verão as precipitações são mais escassas e a temperatura aumenta sobretudo a partir de Junho atingindo o seu auge no mês de Julho e Agosto.

Certamente irá experienciar as 4 estações num só dia. Ora veja o que pode presenciar na primeira pessoa.

UMA DICA DO LOCAL

A paisagem dos Açores

Os Açores destacam-se pelos seus prados verdes, e as suas águas azuis que dão uma vontade imensa de fotografar a toda a hora. Digo-lhe que nenhuma máquina fotográfica será capaz de captar a 100% a beleza natural destas ilhas, portanto não se fie somente em ver as recordações da viagem dos seus amigos e embarque na aventura de sentir os ares açorianos.

Esta região tem como protagonista a natureza. E claro a sua joia natural é sem dúvida o basalto! O basalto é uma rocha que está muito presente na paisagem dos Açores, quer na natureza, quer na construção de monumentos, moradias, etc.

Estas ilhas, dão-lhe a possibilidade de descer aos confins da terra, e apreciar formações geológicas de origem vulcânica. Há grutas em que poderá conhecê-las no seu estado natural e onde poderá observar vários tipos de lavas, bem como diversas formações geológicas, das quais podemos destacar diferentes tipos de estalactites e estalagmites lávicas, lava balls, paredes estriadas e lavas encordoadas. Portanto é uma experiencia que não deverá querer perder e pode ficar com uma ideia neste vídeo

 

As forças do interior da Terra, resultando em fenómenos vulcânicos revelam-se à superfície. De onde se destaca:

  • a montanha do Pico

  • a diversidade de caldeiras e lagoas que se encontram nas várias ilhas

  • a expressão de paisagens vulcânicas como o vulcão dos Capelinhos em que poderá ver em vídeo

  • a forma como os pontos quentes se expressam

Estas ilhas contêm lagoas em diferentes tons de azul e verde, isto por vezes derivado das plantas aquáticas! Irá ver também cascatas que vão ao encontro do mar e são de águas límpidas que darão vontade de mergulhar.

Quanto ao mar, este é fresco, ora calmo ora revoltado. Sob as límpidas águas reina uma abundancia e uma biodiversidade que são excecionais. A nossa região tem diversos montes submarinos onde se observa uma variedade única de ecossistemas marinhos. Poderá ter contacto com as espécies quer em avistamento na superfície ou em mergulho.

Os Açores dão-lhe o prazer de sentir-se como um baleeiro em outros tempos. Entre ondas e marés, irá embarcar na aventura de avistar baleias, golfinhos e tartarugas, perto da costa.

Os monumentos históricos e culturais mostram a força e a essência deste povo e claro são excelentes adereços na natureza. É importante ver e saber um pouco da história destes edifícios que têm uma ligação com a cultura do povo. Muitos tinham funções importantes na vida dos cidadãos no passado.

Desde igrejas a moinhos de milho, estes falam por si só, de uma história intensa. O passado e o presente unem-se para oferecer aos visitantes uma experiência única, uma recordação inesquecível.

As igrejas são de grande dimensão, e no seu interior são muito bem ornamentadas. No seu exterior, a maioria contem basalto. Os passeios das nossas ruas, são ladrilhados em padrões de branco e preto. Têm sobretudo símbolos marítimos, e da nossa cultura.

No seu dia-a-dia, o céu irá encanta-lo. O nascer e o pôr do sol, são fantásticos e á beira-mar irá observar estes acontecimentos sem ter nenhum obstáculo que o impeça de vislumbrar estas maravilhas.

É cada vez mais raro observar um céu estrelado, mas nos Açores, terás a sorte de estar sob um mar de estrelas e ao mesmo tempo sentir a natureza. É um excelente sítio para refletir, e ver como o universo é belo. Nas cidades, embora estas não sejam com uma dimensão muito grande, a poluição luminosa, não possibilita ver nitidamente as estrelas.

Quando pretender observar as estrelas dirija-se para sítios onde não haja tanta luz, poderá escolher o centro das ilhas e os pontos mais altos.

Os açorianos têm o gosto de dar vida a tudo o que os rodeia. Adoram embelezar aquilo que por vezes fica perdido. Gostam que haja harmonia entre tudo, então criam arte de rua. E como podem ver fica magnífico o contraste entre a cor e a natureza.

Reveja o vídeo aqui

Gastronomia com sabor autêntico

A região dos Açores destaca-se pela sua gastronomia de qualidade. A gastronomia regional assenta na frescura dos produtos quer colhidos da terra ou do mar. Porém deverá escolher bem o sitio para apreciar os produtos desta terra.

Peixe

O peixe apresenta-se de diferentes formas, quer seja em caldeirada, grelhado ou em caldo.

São muitas as espécies que deverão ser alvo do seu paladar, mas não pode visitar as nossas ilhas e não provar o atum dos nossos mares! Para além disso, o polvo, as lapas, os búzios, os caranguejos, são pratos obrigatórios na sua lista e devem ser acompanhados por um vinho de cheiro.

Temos mariscos que em mais nenhum lugar irá encontrar, por exemplo as lapas que são os seres mais saborosos que é quase um pecado não provar. Deverá sempre perguntar se são frescos, poderá provar as lapinhas sem irem ao forno, mas experimente as lapas grelhadas acompanhadas com um vinho da região, será a sua melhor opção.

Carne

Quanto às carnes, há pratos típicos açorianos, tais como o cozido das Furnas que é cozinhado debaixo da terra.

Há a alcatra e ainda a famosa linguiça acompanhada sempre com inhames. A carne dos Açores destaca-se pela sua elevada qualidade, devido ás condições de clima e dos solos. Estes dois componentes facilitam o desenvolvimento de pastagens abundantes, que contribuem de modo determinante para uma carne de qualidade particular.

A carne do gado possui um baixo teor de gordura, mas um elevado teor em ácidos gordos que são benéficos à saúde humana. Esta carne é tenra e suculenta. Contem ligeira infiltração de gordura, é detentora de um aroma e sabor característicos, resultado do modo de produção tradicional.

Vacas felizes resultam num prato cheio de prazeres, portanto na sua estadia deverá saborear as carnes produzidas nos prados.

Queijos

Dada a riqueza e tradição leiteira dos Açores, em quase todas as ilhas produzem-se diversos produtos lacticínios, sendo mais famosos os inúmeros queijos açorianos.

Os queijos, mais conhecidos por queijo da Ilha, são reconhecidos nacional e internacionalmente, feitos pelo melhor leite, dos melhores e mais saudáveis campos de pasto, são produzidos artesanalmente. Assim, destacam-se o queijo curado, o amanteigado e o queijo picante dos Açores. Estes deverão ser uma opção para acompanhar com vinho e uma compota.

Bebidas e extras

Existe, também, a tradição de produção de inúmeros vinhos, aguardentes, licores e aperitivos que serão os melhores acompanhantes na apreciação de um prato de qualidade ou num momento descontraído.

Deve ter em conta que estes produtos são produzidos artesanalmente. A ilha do Pico é conhecida pela produção de vinhos e licores. A produção destes vinhos é algo fenomenal que deverá aventurar-se a ver!

Os vinhedos são plantados em fendas abertas no basalto, protegidas por muros de pedra. Esta paisagem que constitui a ilha do Pico, foi classificada em 2004 como património da Humanidade pela UNESCO. E isto por si só dá vontade de observar e quiçá provar os vinhos.

Para além destas referências temos a famosa massa sovada, o pão e o bolo de milho, o arroz doce, as espécies e as malassadas

Produtos Biológicos

Esta região destaca-se pela qualidade dos produtos que colhe do solo, o ananás é um produto com um potencial extraordinário para a economia, e claro para a nossa gula.

Outro produto é o chá. A plantação de chá da Gorreana, é a única e a mais antiga na Europa. É um produto ecológico produzido na ilha de São Migue. O ode dirigir-se ao museu deste chá para ter mais conhecimentos sobre a sua produção.

Caso seja vegetariano, os Açores não o exclui! Nós oferecemos produtos da terra que irá notar que são puros sem qualquer químico à mistura.

Apresentamos alguns produtos que retiramos da terra para a nossa mesa:

  • O milho doce cozido com sementes de funcho
  • Saladas de pepino, tomate, alface
  • Batata doce que poderá ser cozida, grelhada ou frita a acompanhar peixe ou carne
  • Favas
  • Inhames que posteriormente são cozidos ou fritos e acompanham a linguiça
  • Frutas que posteriormente têm como fim a compota ou licor

Deverá provar estes produtos típicos da mesa açoriana, são simples mas carregados de sabores que irão dar-lhe o prazer de sentir a essência das terras açorianas.

O que poderá encontrar a nível de cultura?

Posso dizer que a cultura dos Açores é única. A região dispõe de uma riqueza de criações artesanais ligadas à arte popular. Há uma autenticidade no trabalho efetuado e espelham através dos materiais, da dança, da música e dos cantares, o seu modo de ser e viver. Este aspeto poderá ser interessante para si caso esteja à procura de conhecer outras culturas.

  • Folclore: Os grupos folclóricos constituem as manifestações mais representativas da cultura popular que nos distingue e valoriza. O folclore açoriano apresenta danças e cantares tradicionais da sua zona. Apresentam os trajes típicos do antigamente. Preservando e apresentando os traços característicos do nosso povo.
  • Artesanato: é um testemunho que personifica a riqueza de um património, onde se retrata a maneira de ser açoriano. Vejamos alguns exemplos genuínos de artesanato açoriano que irá descobrir em cada ilha.
  1. As colchas produzidas em diferentes técnicas que repetem velhos padrões com explosões de cores
  2. Marfim e osso de baleia trabalhados com desenhos que refletem um pedaço da nossa história.
  3. As rendas e os bordados feitos com todo o carinho e perfeição, refletem a beleza rara das ilhas, representando a sua origem rural com trevos, silvas, flores
  4. A diversidade de peixes no nosso mar deu asas à criatividade do artesão, as suas mãos criam lindas flores de escamas
  5. O presépio da lapinha que é composto por conchas, flores, rochas, e cerâmica, é um objeto de decoração na época natalícia.
  6. Cestas de vimes – as cestas fazem-nas em diferentes tamanhos e feitios. Há quem use para colocar o pão, ou até mesmo para levar a comida para um piquenique.

Estes são alguns dos nossos produtos artesanais, claro que poderá encontrar muitos mais pelas nossas cidades.

  • Festividades: As 9 ilhas dos Açores vivem de tradição. A tradição é caracterizada pela religiosidade que estão intimamente ligada com as ocorrências dos fenómenos naturais. Estas manifestações religiosas incluem romarias, procissões, promessas. Apesar de serem de cariz religioso e profano, não deixam de lado a diversão. Os programas festivos podem constar arraiais, marchas, concertos de música, provas desportivas náuticas, eventos culturais, feiras de gastronomia, mostras de artesanato e até touradas. Ora vejamos que festas poderá desfrutar neste paraíso.

Deverá ter em atenção o ponto seguinte, pois poderá ser essencial para planear bem as suas férias. Queremos que tenha uma experiencia única, e não poderia vir aos Açores sem aproveitar uma boa festa.

  • Festas do Espírito Santo

As Festas do Espírito Santo, são as mais populares do arquipélago e são celebradas em todas as ilhas. O ponto alto desta tradição decorre com a procissão que percorre uma área e termina na igreja, onde é então celebrada uma missa.

Posteriormente são servidas as “Sopas do Espírito Santo”, às quais muita gente está convidada. Nesta oferenda para além da sopa é servida também carne que é assada no forno de lenha, acompanhanda com massa sovada, vinho e arroz doce.

Depois, em alguns casos, a festa segue com danças típicas tais como a chamarrita, a dança da roda, e outros entretenimentos. Estas festas iniciam pouco depois da Páscoa e estendem-se até Setembro.

  • Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres

Esta festa é o maior acontecimento religioso da região. Realiza-se em Ponta Delgada, São Miguel cinco semanas depois da Páscoa e atrai pessoas de todas as ilhas além dos muitos emigrantes. O Senhor Santo Cristo está carregado de importância e significado. Nesta festa irá encontrar barraquinhas com petiscos da região e claro, banda filarmónica, feirinhas e diversão.

  • Festas de São João

Esta tradição ocorre somente nas ilhas que têm São João como padroeiro, como é o caso de Vila Franca do Campo em São Miguel,na ilha do Faial e Terceira. A celebração do São João é mais forte na ilha Terceira, em Angra do Heroísmo. Entre 21 e 30 de Junho realizam-se as festas Sanjoaninas. São conhecidas pelos seus desfiles e marchas, pelos carros alegóricos, pelas fogueiras que se devem saltar, e claro pelas touradas.

  • Semana do Mar

A Semana do Mar acontece anualmente durante o mês de Agosto e tem a ilha do Faial como epicentro. É uma festividade relacionada com o mar. Portanto se és apaixonado por desportos náuticos não deves perder esta semana nos Açores.

Nessa semana, durante o dia, há várias regatas e eventos marítimos que ocorrem na baía da Horta com a participação de embarcações de outras ilhas e até mesmo de outros países. Há noite, a cidade da Horta enchesse de gente, barraquinhas de petiscos, bebidas e concertos musicais com artistas nacionais e internacionais.

  • Marina da Horta : Todas as ilhas têm um porto para atracar barcos, iates, todo o tipo de embarcações. Mas a cidade da Horta é conhecida internacionalmente pela sua marina cheia de cor. Pois é tradição que os yatistas deixem uma pintura alusiva à sua embarcação nas paredes da marina. Contribuindo para uma galeria de arte que representa todos os aventureiros que passaram pela marina. Portanto a visita a este local é obrigatória. Dê uma vista de olhos em :

  • Festas na ilha do Pico

A ilha do Pico também tem as suas festividades. A primeira festa realiza-se em São Roque, de seguida na Madalena e por fim nas Lajes do Pico. Normalmente estas festas são de cariz religioso, mas têm sempre um programa atrativo e divertido. Estas festas decorrem desde Julho a fins de Agosto.

  • Semana Cultural das Velas

A Semana Cultural das Velas é o acontecimento mais prestigiado de São Jorge e ocorre na primeira semana do mês de Julho. Têm lugar também atividades de cariz cultural e recreativo.

Há muito mais para descobrir, mostrei-lhe só um pouco do que esta região a nível de festividades e cultura tem para oferecer-lhe.

As férias nos Açores serão uma experiencia diferente, feitas de pequenos e grandes prazeres. Mas como reparou as festas estão distribuídas pelas diferentes ilhas. Tem o gosto de ir a todas? Está com sorte pois estes festejos não ocorrem simultaneamente, dando a possibilidade de puder percorrer todas estas festividades.

Pretende percorrer todas as ilhas?

Caso pretenda ir a estas festas acima referidas, irá passar uma boa temporada nesta região, e é um sortudo pois a maioria ocorre em pleno Verão. Terá os seus dias bem preenchidos, a aproveitar o sol, as nossas águas e natureza. E depois segue para uma festinha onde poderá petiscar e beber sob a luz da lua, e uma boa música.

Nos Açores, não vivemos isolados uns dos outros. As ilhas têm ligação, não por pontes mas por barcos que transportam-nos.

Todos os dias, há barcos com excelentes condições que o irão levar a todos os portos. Também tem a opção de recorrer à aviação. Mas aconselho-o a aventurar-se no mar.Irá ser uma experiência agradável. Irá vislumbrar aves e golfinhos, enquanto avista a terra para onde se destina a ir. Para além disso, ao avistar as ilhas do mar ficamos com uma perceção diferente, têm outro encanto. Vemos ao pormenor as encostas, as cidades que são tão belas com uma mistura de branco e basalto.

As viagens de barco são curtas, a mais longa certamente deverá ser a escala entre São Miguel e Horta, que tem uma duração de aproximadamente 10 horas. Entre Pico e Faial, tem uma duração de 30 minutos. As viagens longas, são agradáveis e abordo tem todas as condições que necessita para estar confortável. Ainda tem a possibilidade de transportar um automóvel, ou até mesmo um animal.

Os Açores destacam-se porquê?

O facto de este arquipélago ter uma paisagem invulgar, a cultura existente e a forma como o Homem usufrui e molda-se na natureza é o que destaca esta região.
É um ponto turístico que apresenta qualidade, luxo, e diversidade. Poderá encontrar tudo o pretende numas férias neste pequeno mundinho mágico.

Estas pequenas ilhas perdidas no oceano Atlântico que constituem o arquipélago mais rico em cultura e paisagem, já ganhou alguns prémios e foi considerado pelo National Geographic Traveller como o local mais belo do mundo. Ora vejamos outras distinções:

Açores no top 10 regiões a visitar os Açores em 2017, pela revista Lonely Planet.

Os Açores estão no top 100 de destinos mais sustentáveis do mundo – 2014 e 2016

Açores distinguidos pelos prémios AHRESP como entidade regional de turismo 2016

Açores, o primeiro destino QualityCoast de platina do mundo. Este galardão foi especialmente criado para distinguir não só parâmetros como a qualidade da vida marinha, da natureza, da zona costeira, mas também aspetos relacionados com a identidade, cultura e sociedade que poderão influenciar a experiência turística de quem visita a Região.

Como chegar aos Açores a partir de 3 pontos do mundo?

A partir da América: Se pretende viajar de Toronto para os Açores, a SATA efetua viagens durante todo o ano, e de Oakland só entre junho e Setembro.

A partir da Europa: A SATA também disponibiliza viagens para os Açores a partir de Paris, Frankfurt, Londres, entre outras cidades.

A partir de Portugal: Claro, que a região dos Açores também se encontra de braços abertos para os continentais. E a SATA é a ponte que une o arquipélago a Portugal Continental, a partir da cidade de Faro, Lisboa e Porto.

Será recebido de braços abertos?

Claro que sim! O povo açoriano destaca-se pela forma como recebe os seus visitantes. Os ingredientes principais para acolher as pessoas é sem dúvida a humildade, a boa disposição, a disponibilidade, e o conforto. E nós temos tudo isso para lhe oferecer e muito mais!

A população desta região deseja que todos se sintam confortáveis na sua cidade, no seu estabelecimento a saborear os seus pratos, a celebrar as festividades, a fazer parte da tradição. Desejam que os visitantes partam destas ilhas com um sentimento de saudade e o desejo de voltar. Querem mostrar o melhor que podem oferecer, e fazer deste pequeno paraíso um mundo desejado por todos.

Nove ilhas para férias diferentes e ativas

Após toda a informação que lhe transmitimos certamente a sua curiosidade aumentou! E o desejo é enorme de cá vir! Ora bem, para além de se sentir num postal com uma paisagem magnifica, irá desfrutar do que a natureza lhe oferece. Para nós não basta que os visitantes vejam, é preciso que usem e abusem dos prazeres que a natureza oferece.

Banhos
Piscinas
Praias
Atividades
Alojamento
Restauração

 

Visitar os Açores, é encontrar um paraíso na Terra. Onde o Homem teve a decência de valorizar o que a mãe natureza lhe deu, e criou uma beleza gigantesca. A região tem muito mais para ver, para oferecer. Os Açores são uma espécie de livro que irá apresentar-lhe coisas novas, quer seja na gastronomia, na cultura e na ciência.

Os prazeres à mesa, a emoção das atividades e o conforto luxuoso a que lhe é oferecido serão os ingredientes para ter umas férias autênticas. Basta ter as dicas certas para criar um roteiro espetacular.

Submit a comment

shares